PULAU REDANG, O PARAÍSO DA MALÁSIA


O mapa da ilha. Consegue-se percorrer tudo a pé, aliás neste lado da ilha nem existem veículos motorizados, apenas o tractor que nos leva para o barco

Se Perhentian já era de tirar o fôlego, o que dizer da praia de Redang?! Um azul claro que até fazia doer os olhos. O barco deixou-nos mesmo em frente ao nosso hotel Sari Pacifica Resort. A piscina virada para a praia fazia antever 4 dias de boa vida…

Dias de descanso

A praia digna de postais de viagens, era de uma tranquilidade que mesmo que se perdesse alguma coisa na água, mais cedo ou mais tarde se voltaria a encontrar…

Água quente, calma e limpa, que mais se pode pedir?

E sem medos, lá fomos fazer snorkelling e não é que vimos mantas e tubarões de ponta preta? E o melhor é que os tubarões eram bebés e faziam questão de nos acompanharem nos nossos mergulhos. Foi um dos momentos que marcou as nossas férias!

Os nossos companheiros diários

O chato era que às 17h regressavam barcos cheios de chineses, que tinham passado o dia fora a fazer mergulho. E de repente sentia que estava algures na China e não na Malásia…

Praia cheia e acabava-se a paz

A ilha é suficientemente pequena para percorrer a pé, com muitos bares na praia e opções de comida. Só que a comida também foi outra desgraça, só fritos e comida chinesa… Lá engraçámos com um restaurante onde tínhamos liberdade de os ensinar a cozinhar frango grelhado e era basicamente isto que comíamos… Ao menos aqui havia cerveja, a um preço exorbitante é certo, mas dava para os homens se irem consolando ao jantar. Fora o frango comemos um fondue chinês, que foi uma agradável descoberta, pelo misto de carne, camarão e tofu.

Fondue chinês

Dias de muito sol e descanso…

Saudades desta praia…

Aqui vou ser feliz!

O nascer do sol

COMO CHEGAR A PULAU REDANG

A maioria das pessoas chega de avião através do aeroporto de Kuala Terengganu. Uma vez no aeroporto apanha-se táxi até ao ferry que faz a ligação à ilha.

No meu caso, aluguei um speedboat desde a ilha de Pulau Perhentian Besar, para não ter que andar a fazer muitas ligações.

Outra alternativa pode ser apanhar um avião da Berjaya Air diretamente para a ilha, saindo de Singapura ou Kuala Lumpur.

Em Pulau Perhentian Besar falámos com o sr. Aziz do Mama’s Place e ele arranjou-nos um speedboat por 650 MYR =140 euros. Pareceu-nos um bom negócio, porque estaríamos em Redang em apenas hora e meia. A viagem foi muito agradável, o barco era confortável, pelo meio vimos imensos peixes voadores, o que foi uma novidade para mim.

O nosso barco

COMO PARTIR DE PULAU REDANG

O ferry de Redang to Kuala Terengganu parte perto do Laguna Redang Island Resort, pode-se comprar o bilhete no hotel onde se fica instalado, custa 55 MYR = 11 euros e demora uma hora.

Tudo a postos para apanhar o barco

Chegados ao porto de Kuala Terengganu como ainda tínhamos algum tempo antes do avião, decidimos dar um passeio pelo mercado local. O pior foi depois conseguir um táxi… Parece que tinham desaparecidos todos, por isso aconselho a apanhar logo no porto, mal o ferry chega, que é quando eles estão disponíveis e ou combinar com algum para o apanhar mais tarde.

Lá conseguimos negociar com uma carrinha e por 110 MYR = 23 euros levou sete pessoas e as malas.

No mercado de Kuala Terengganu

Muitas especiarias à venda

#asia #beach #malaysia #malasia #paradise #snorkelling #summer #sun #traveling #travel #travelblogger #world

Posts Em Destaque
Posts Recentes